GOZO x COMINO


Deixámos estas duas ilhas para o último dia, o que queríamos ver em Gozo dava para fazer numa tarde e assim aproveitávamos a manhã na ilha de Comino. Confesso que já tinha visto algumas fotografias da Lagoa Azul em Comino e foi isso que fez com Malta entrasse na equação nesta viagem. E ainda bem!!

Já vi muitos tons de azul no mar mas mesmo assim fiquei impressionada pela beleza do lugar. 

Acordámos bem cedo para apanhar o autocarro para o porto, do lado oposto da ilha, Cirkewwa . Quando lá chegámos faltava pouco mais de quinze minutos para a saída do barco para Gozo com paragem em Comino. Os barcos são diferentes, para Gozo é um ferry grande que leva carros, para Comino é pequeno e leva umas 15/20 pessoas. Está tudo bem organizado e sinalizado.
O plano era passar a manhã na ilha de Comino (já que o tempo não convidava a ficar ao sol) e antes do almoço seguir em direcção a Gozo. 

O barco de Cirkewwa para Comino é rápido (cerca de 25 minutos) e toda a paisagem é muito ''normal'', até entrarmos numa zona entre duas rochas. Aí a água mudou radicalmente de cor. O azul escuro mediterrâneo deu lugar a um azul flourescente caribenho. 
Quanto mais nos aproximávamos da ilha mais a intensidade da cor aumentava.

As pessoas não paravam de tirar fotografias e nós estupefactas, como se víssemos o mar pela primeira vez. Como fomos no primeiro barco fomos os primeiros a chegar à ilha, subimos a encosta para ver aquela beleza de todos os ângulos possíveis. Tínhamos levado comida e descemos até um dos muitos piers e sentámos-nos a comer com aquela vista. Continuámos a explorar a ilha e cada recanto era uma maravilha. Só desejava calor para poder mergulhar. Tivemos a ilha só para nós (mais as 10 pessoas que vieram connosco no barco) mais uma hora. O suficiente para tirar fotografias e desfrutar do silêncio. Não tardaram a chegar os iates e outros barcos com pessoas sedentas do mesmo que nós. 

Entendemos que aquelas horas ali tinham sido o suficiente e podíamos seguir caminho. É um lugar para voltar, com mais calor e tão cedo quanto possível. Quando descemos para o pier principal já a zona estava cheia de gente (até dentro de água) e vimos qual era o próximo barco até Gozo. 

Quando chegámos ao outro lado, 15 minutos depois, fomos até à estação de autocarros para seguir caminho até ao lugar mais famoso de Gozo, Azzure Window. Este local para além de ser cartão de visita da ilha é também muito conhecido porque fez parte da série Game of Thrones (assim como a cidade de Mdina em Malta).

Infelizmente, a bonita ''janela'' caiu durante uma violenta tempestade cerca de um mês e meio antes de chegarmos ao país. Ainda assim fomos à vila de Dwejra para conhecer o que sobrou (nada) e a área envolvente. Nesta zona estava uma ventania infernal e a maré estava baixa. Sendo assim deu para descermos mais um pouco e aproximarmo-nos da zona da piscina natural. 

Quando estávamos na paragem de autocarro para seguirmos para Victoria, que também se chama Rabat, olhámos para o mapa e admitimos que devíamos ter dado mais tempo a Gozo. Um dia inteiro seria o ideal. Para além da cidadela, Victoria, a maior da ilha temos ainda os templos megalíticos Hagar Qim, Tarxien e o Hypogeum, que é considerado o mais impressionante. Não os visitámos por opção. Preferimos deambular por Victoria e aproveitar as ruelas, as praças, as igrejas e a vista lá de cima.

A cidadela é um castelo fortificado que serviu para proteger a cidade ao longo do tempo. Abriga a Catedral de Victoria com a estátua do Papa João Paulo II na entrada principal e umas lojinhas. Mas o que é inesquecível é mesmo a vista que temos sobre toda a ilha. De alguma maneira fez-me lembrar as vistas dos castelos que visitámos na Albânia.

Voltámos para Malta de ferry e depois de autocarro para St Julians, perto do hostel comprámos comida e apanhámos o último autocarro para o aeroporto. Era a hora da despedida. E nada melhor do que uma noite no aeroporto para o nosso voo madrugador, por alguma razão os voos mais cedo são os mais baratos né. 

Próxima paragem: Florença


















































Share:

Sem comentários

Enviar um comentário

i heart you.

K.

© K A R K O V A | All rights reserved.