mochilão #11 //CHILE, SANTIAGO :: ROADTRIP TO THE SOUTH





Chegámos a Santiago depois de uma viagem muito longa onde atravessámos os Andes.

Durante a viagem, à hora de jantar e ainda em solo argentino, serviram-nos a comida e a seguir começaram-me a servir vinho, para provar. Confesso que sou péssima para beber vinho mas diverti-me com a tentativa. Quando souberam que era fotógrafa, os motoristas convidaram-me a juntar-me a eles, na cabina do motorista, quando chegássemos às montanhas antes e depois da fronteira com o Chile. Acordou-me quando estavamos em Mendoza e daí até quase a Santiago fui a falar de história,

geografia, política e cenas da vida com os dois argentinos.

Usámos Santiago como base no Chile.
Primeiro para irmos para o sul e mais tarde para voltarmos para Portugal. Na primeira visita conhecemos um pouco da cidade que não passa de uma grande cidade construída à imagem americana e que não me surpreendeu lá grande coisa. Subimos ao Cerro Santa Lucía, fomos ao jardim Bicenteneráio onde vimos os flamingos, conhecemos o Mercado Central (que fazia lembrar o Mercado Central de Montevideo) e pouco mais. Na segunda vez fomos até a um povoado a uma hora de Santiago, Navidad. Um lugar nada turístico onde havia uma praia com areia preta, onde assisti a um pôr-do-sol espectacularmente rosado e a consequente chegada do Outono.

Muito campo, logo muitas fotografias a flores.

Partimos para o sul do país, é injusto chamar-lhe sul já que não fomos à Patagónia mas como é a sul da capital é assim que vou tratar. Começamos por Valparaíso. Gostei muito desta pequena cidade, cheia de cores e arte mas não estava muito bem conectada com a vida por isso, e como o tempo estava a arrefecer e meio chuvoso, foi tudo muito morno.
Hei-de voltar noutra altura, de certeza.

Mais a sul fomos a Pucón, Saltos de Petrohué e Puerto Varas.
Em Pucón, o vulcão estava a deitar fumo quando chegámos. Uma semana antes tinha entrado em erupção, durante a nossa segunda noite também. Estavamos a jantar fora da cidade e quando soubemos viemos a correr, chegámos tarde de mais. Ainda fiquei sentada, até às 3 da manhã, pois podia explodir uma vez mais...mas nada.

Gostei imenso de tudo. Vulcões, parques nacionais, lagos gigantes e montanhas nevadas.
Adoro a natureza e adoro estar na natureza. E nesta zona do planeta ela é inesquecível.
Voltareeeeei de certeza.

Muitas vezes nesta viagem fiquei sem palavras perante a beleza que fui encontrando.

As imagens, mais uma vez, falam por si.

Voltámos para Santiago e daí apanhámos um avião para o norte, bastante perto da fronteira com o Perú.

//

After a long journey across the Andes we arrived in Santiago.

During this, at dinner time and still in argentina, they served food and then started the wine tasting. I confess i'm terrible at this wine tasting thing, but still had fun trying. When they found that I 'm a photographer, the driver invited me to join him in the driver's cabin when we'd get to chile's border. Woke me up passing by Mendoza and from there on until Santiago we talked about history, geography, politics and life in general.

In Chile we set up camp at Santiago.

First to head south and later to go back to Portugal. At first sight the city doesn't look like much, just a city built in american standards, so it didn't surprise me that much. We visited Cerro Santa Lucia, went to Bicentenário garden where we saw flamingos, and also the central market (which reminded me of Montevideo's central market). Next day, we went to a town one hour away from Santiago, Navidad. A place not turistic at all with a beach of black sand, where I watched a stunning pinkish sunset and the first steps of fall.

Loads of country side, which means loads of photos of flowers.

So we're going south, it's rather unfair to call it south since we're not going to patagonia, anyway it's south of the capital so that's what i'll call it. Started with Valparaíso. I liked a lot this small town, full of color and art, but I wasn't really connected at the time, also the weather was getting colder and rainy, so nothing special happened.

I'll be back some other time, for sure.

Further south we went to Pucón, Saltos de Petrohué and Puerto Varas.

Pucón, the vulcano was smoking when we got there, it erupted a week earlier, and happened again on our second day, we were having dinner outside the city when it started, we rushed to see it but it was too late. I sat there until 3 am just in case it decided to do it again…vulcano was like "nope".

I really enjoyed everything. Vulcanoes, national parks, giant lakes and snowy mountains. I love nature and being surrounded by it, it's just wow.

Throughout this journey, i was speechless a great many time, beholding so much beauty, The images speak for themselfs.


Going back to Santiago we caught a plane heading north, very close to the border with Perú.



























































































Share:

4 comentários

  1. Fotografias tão bonitas** no Chile o mate também e super famoso não e? Fartei me de ver argentinos a beber esse chá o dia inteiro :) ai patagonia estou desejosa de por te os pés em cima. Pena que não da pra ir a todos os sítios!

    ResponderEliminar
  2. Que fotografias lindas!! E que inveja boa dessas viagens :-)

    ResponderEliminar
  3. Fotografias lindas e paisagens fantásticas!

    http://checkout-fashion.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  4. Ando a preparar-me para fazer um mochilão por alguns países da América do Sul e estas fotografias são super motivadoras. Estão excelentes :)

    ResponderEliminar

i heart you.

K.

© K A R K O V A | All rights reserved.