CAIXINHA FELIZ


No outro dia pediram-me o contacto do meu guia em myanmar. Desculpa perfeita para voltar a abrir a minha caixinha feliz - não que precise de desculpas mas quando há um propósito a coisa fica mais emocionante. A minha caixinha feliz é a caixa onde guardo todas as recordações de viagem/ acontecimentos na vida que me deixam feliz. Tem um efeito altamente calmante, a felicidade é instantânea e faz-me viajar. É incrível as histórias que esta caixa encerra e felizmente tem de ser "aumentada". Não encontrei o cartão- estava no guia do sudeste asiático - mas fez-me relembrar momentos tão bons que agora partilho com vocês.

As histórias emocionantes que aconteceram pela noite de Barcelona que acabavam inevitavelmente nas cabines fotográficas do metro a tirar mil fotografias para mais tarde recordar, os panfletos das noites épicas na Sala Apolo e no Razzmatazz, as conchas tailandesas, cambodjanas e vietnamitas- que me levam de volta aos paraísos que fui encontrando- pedaços do muro de Berlim e do Angkor Wat, toalhitas do voo Luang Prabang- Hanói numa avioneta da Lao Airlines.

os bilhetes do barco para Koh Phi Phi, um dos bilhetes de 10 viagens de metro em Barcelona assim como o bilhete de regresso a Portugal depois do meu Erasmus, polaroids em Paris na famosa Pont des Arts com uma das minhas melhores amigas depois de colocarmos um cadeado com o nosso grito de guerra - no pasa nada, e o bilhete super feliz para ver uma exposição de fotografia em Berlim - estava a caminhar, completamente perdida, em Berlim e vi um cartaz que dizia Magnum (para quem não sabe é um colectivo de fotógrafos muito importante) fiquei louca e consegui chegar à exposição. Os meus amigos não quiseram ir, fiquei por minha conta durante algumas horas a ver fotografias, video e instalações. Quando voltei a Portugal tive de fazer um exame oral na disciplina de fotografia contemporânea e ter assistido a esta exposição valeu-me muito valores. yeeeay

outra polaroid catalã depois de um jantar vietnamita no Raval, o meu cartão de acesso ao Angkor Wat - pareço um esqueleto e tou completamente deformada, a câmara era péssima- mas recorda-me dos dias passados entre templos feita Tomb Raider, bilhete de uma discoteca em Amesterdão quando faltava 1 minuto para os meus 21 anos - era péssima.
photoautomat em Berlim com a Synke e a minha irmã- uma tradição, um cartão de metro do Dubai e um panfleto que me entregaram no avião para Singapura - falava sobre os cuidados sanitários.
um bilhete de uma exposição temporária no meu museu preferido de Amesterdão, cartão do restaurante que tem o melhor bolo de caco do mundo na Madeira, cartão de um Dj brasileiro - conheci o João no Alfa Pendular para o Porto, esteve a trabalhar o verão todo como dj nalguns clubs pela Europa e estava de visita a Portugal para conhecer Aveiro, cidade onde tinha familia, super gente boa- ,um pacote de pimenta - cortesia da Emirates-, um pacote de açúcar edição especial dia dos namorados, bolsa do cartão de metro de Londres, cartão do meu número espanhol.
bilhete de entrada para Wat Pho em Bangkok e entrada para a Golden Rock em Kin Pun, máscara para aguentar a poluída Hanói
os bilhetes da Air Asia, bilhete para um museu vietnamita, business card da Tess - travel buddy em Myanmar
dinheiro de muito lugares - adoro guardar umas notas e umas moedas por onde passo, quem mais tem este vicio?
bilhete da Expo98- tenho também um autocolante do pavilhão da Macedónia, gostava muito de encontrar o passaporte (foi o meu primeiro, visto bem as coisas)-, bilhete da minha primeira Queima das Fitas como estudante universitária, cartão do melhor hotel de Hoi An - perto da praia e gerido por uma família espectacular, quando voltar quero ficar aqui outra vez-, documento único de viagem- estava de erasmus em Barcelona e fui roubada, faltava poucos dias para voltar a Portugal para o Natal e já tinha os voos comprados (ia dar um saltinho a Inglaterra antes de voltar), levaram-me a carteira e toda a minha vida. Não fosse a Filipa estar a passar o fim de semana comigo e tinha tudo para ser pior, emprestou-me o dinheiro suficiente para me manter os dias que faltavam mas tive de pedir ajuda ao Consulado Português. Deram-me este documento e tive de comprar uma nova viagem, este documento apenas dá para voltar a Portugal e não é aceite em todas as companhias. Como nasci com o rabo virado para a lua, tive sorte de encontrar um voo super barato pela TAP. Fica a história para contar e a minha alegria/tristeza pelo acontecimento; o ladrão deve ter ficado frustrado pois não tinha dinheiro nenhum mas esta "alegria" não compensa o facto de ter perdido para sempre o meu cartão de estudante erasmus.
o meu moleskine repleto de autocolantes, desenhos, dedicatórias que me fazem sorrir sem parar

e vocês? Também têm uma caixinha feliz? O que guardam lá dentro? Partilhem comigo :)

Share:

13 comentários

  1. Que post perfeito! Que memorias perfeitas! Espero poder viajar tanto como tu :) Inspiraste-me vou começar a fazer uma caixinha feliz :)
    xo, S
    check out my personal and travel blog ♥

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada!! Depois partilha connosco :* e irás viajar!!! Gd beijinho

      Eliminar
  2. Também mantenho a minha caixinha feliz que precisa de um upgrade já que está prestes a explodir :) Adorei ver o que guardas na tua x

    Blog | Talking Pickles

    ResponderEliminar
  3. Tenho uma caixinha feliz sim :) Com tudo os bilhetes de paris, dos açores, de sevilha e de madrid, que até agora foram as únicas viagens que fiz e de outras tantas coisas que já fiz aqui por Portugal! Adoro voltar a essa caixa :D

    ResponderEliminar
  4. Também tenho algumas notas da Tailândia, Cambodja e Singapura :)

    Ainda não tive tempo de organizar tudo o que trouxe das viagens, mas incentivaste-me a comprar uma caixinha feliz como a tua! :)

    ResponderEliminar
  5. Eu não tenho uma caixinha mas tenho um bauzinho. Recheado de tudo... Fotografias, bilhetes, cartas, mensagens, pequenos detalhes e pequenas coisinhas que me fazem recordar viagens e momentos. :') É bom ter uma caixinha assim que nos faz reviver os momentos! :)

    ResponderEliminar
  6. também tenho uma do género, não só com wanderlust-related stuff mas com outros "momentos", alguns relacionados com empregos que tive, pessoas que conheci, fases fodidas da minha vida, ninharias, enfim... etc. será que também devia partilhar? é que encontrei lá com cada coisa que só visto!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro Nancy, faz parte da história não é? Apesar de chamar a caixa de feliz também lá guardo coisas que foram menos boas mas que com o tempo já consigo rir delas!

      Eliminar
  7. Também tenho um caixinha dessas, cheia de bilhetes de avião, de metro, de autocarro, de museus, de teleféricos, etc. E um envelope com o dinheiro que me sobra sempre :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A mim tem de sobrar dinheiro ou sim ou sim ahah

      Eliminar
  8. So cute :) Eu também tenho, e mais do que uma. Tudo o que me traz memórias felizes guardo lá - bilhetes, pulseiras, dedicatórias, etc.
    Sabe bem perder uns momentos a vasculhar lá dentro de vez em quando :)

    ResponderEliminar
  9. Eu também gosto de guardar coisas das viagens, de momentos.. de tudo o que me faça recordar algo especial... :-)

    ResponderEliminar

i heart you.

K.

© K A R K O V A | All rights reserved.