daqui até à China

que era mesmo ali ao lado.

Com as botas a me pesarem na mochila, estava na hora de fazer mais um trekking. Dois dias no norte do Vietname a subir e a descer campos de arroz, abraçar montanhas e a limpar os pulmões (e os meus olhos) da poluição avassaladora da capital vietnamita. Chegámos a Sa pa bem cedo, uma pequena cidade situada a 1500 metros acima do mar perto da fronteira com a China, onde nos esperava uma guia cheia de brincadeiras. Ao grupo maravilha juntou-se um argentino bastante divertido. A paisagem parecia desenhada a lápis de cor. 










durante o trekking fomos acompanhados por mulheres que pertecem à tribo Hmong. O objectivo delas era ''ajudar-nos'' na caminhada, dar uma mãozinha aqui outra ali ou levar mochilas dentro dos cestos. 

no final impingiram-nos uma panóplia de quinquilharias com preços absurdos. carteiras a 5 dólares, tá louca tía?
mas a pequena Zo era um amor e bem negociado acabei por comprar uma carteira à mãe dela.
passámos a noite numa casa local, com uma família local. a meio da noite caiu uma tempestade incrível, chuva e trovoada que parecia que o mundo vinha abaixo. e nós, numa casa de madeira. 
esta era a vista, ao fim da tarde, de um pequeno buraco que estava a servir de janela no nosso ''quarto''


O segundo dia foi mais intenso, pois a tempestade da noite anterior deixou os campos de arroz em lama. E fazer equilibrismo a muitos metros de altitude não era o plano mais seguro, mas acabou por ser divertidíssimo com lama até aos joelhos.
adorei tudo! o trekking, as pessoas, a paisagem.



voltámos ao ínicio da noite para Hanói, num autocarro nocturno terrível. Muita gente mal disposta, a casa de banho estava avariada, o caminho era cheio de curvas e o condutor era super mal-educado. 
eu aguentei-me firme, ahaha
chegámos às 4 da manhã a Hanói e ficámos na rua, o hostel onde tinhamos as mochilas estava fechado e não havia cafés abertos (abrem às 6 am) para comermos. Além disso a noite tinha sido tudo menos uma noite descansada. Conseguem imaginar-nos? A precisar de um banho urgente só nos restava esperar.
próximo objectivo: fugir de Hanói o mais rápido possível!!

Share:

1 comentário

i heart you.

K.

© K A R K O V A | All rights reserved.