Bangkaos

Share:

LISBOA


Share:

30 kg?


Share:

travel #9

desconfio que dentro de alguns dias já não vou dormir direito, falta tão pouco tempo!!!
O mais importante já está tratado: vacinas, documentos, dinheiro e a viagem.
Apesar de não me faltar nada é preciso afinar alguns pormenores como tirar fotocópias, fotografias-passe para os vistos, procurar alojamento em Bangkok e em Yangón e comprar o voo para Yangón via Bangkok, comprar o seguro, ir levantar os doláres ao banco, voltar à farmácia e fazer a mala. 
Isto de viajar independente tem muito que se lhe diga mas digo-vos que depois desta estou pronta para organizar qualquer viagem.
Share:

beauty // H&M

Share:

travel #8

20 dias!!!!


 fonte: weheartit

os últimos dias têm sido correria. 
muitos pormenores e medicamentos.
uma das partes mais importantes é a consulta do viajante, vou ser sincera estava à espera que a consulta desse barraca. Tinha receio que o médico percebesse menos que eu ( já tinha pesquisado bastante e já sabia algumas coisas mas tinha perguntas a fazer). Aqui na zona a consulta é dada no centro de saúde de Portimão e fui muito bem recebida por um médico espectacular que percebia bastante do assunto. Contei-lhe os meus planos e ele mostrou-me um mapa da malária e dengue. Deu-me muitas dicas em relação à água (que não é potável), aos mosquitos, às doenças, falou-me das vacinas e a prevenção geral para as famosas diarreias.
Vacinas tive de levar três: febre tifóide, hepatite A e encefalite japonesa. E tenho de fazer a profilaxia da malária (em comprimidos, a começar duas semanas antes de ir). Nenhuma é obrigatória mas convém fazê-las e a da encefalite é porque vou ficar numa zona de risco por mais de um mês (duas doses). Vou levar uma pequena farmácia e o email da minha médica de família para qualquer problema de saúde que apareça porque como sou asmática todos os cuidados são poucos.

próximos passos: seguro e workshop escrita de viagens em lisboa.


Share:
© K A R K O V A | All rights reserved.