não acontece só aos outros

Hoje escrevo como Ana d'Oliveira.
A minha relação com a comida\peso sempre foi dramática, ou como muito ou não como, por isso sempre tive oscilações de peso. No secundário resolvi acabar de uma vez por todas com os quilos a mais e fechei a boca, fui apanhada a tempo de arranjar um problema grave. Depois de ser descoberta comecei a treinar num ginásio e frequentava aulas de kickboxing e ioga três vezes por semana. Comecei-me a sentir cada vez melhor e estava imparável, cheia de energia e com tudo no sítio. No entanto, entrei na universidade a mais de 300km de casa e chegava a ficar um mês seguido sem pôr os pés no Algarve, achei por bem anular a minha inscrição no ginásio e desistir das aulas. Em Tomar, os ginásios eram terríveis e os grupos de kickboxing medonhos, de qualquer maneira inscrevi-me num ginásio para desanuviar da faculdade. Mas a minha alimentação era terrível e ao fim de um ano tinha engordado 13 quilos e voltei ao mesmo filme (emagrece-engorda). Fui para Barcelona e ai foi MESMO a desgraça total. Voltei para Portugal e adiava sempre a ida para o ginásio ora porque estava sem energia ora porque queria juntar o dinheiro para outras coisas. Caminhava muito, bebia muita água e fazia regularmente massagens drenantes ás zonas mais criticas (ancas, rabo e pernas), mas sentia que tudo continuava mal mal mal. Sentia-me mesmo sem energia e todos os anos era a mesma coisa na lista: voltar para o ginásio. E era sempre o que ficava por fazer..até agora.
Há uns meses atrás, estava a falar normalmente com a minha mãe e com o peter e comecei a sangrar do nariz. Limpei o nariz e fui para o quarto, cerca de meia-hora mais tarde tive uma dor muito forte na cabeça no lado esquerdo. Estava sentada na cama e caí para o lado mas não perdi os sentidos. A dor continuou mas mais fraca. Começo-me a sentir dormente e com pouco equilíbrio até ficar totalmente dormente do lado esquerdo do meu corpo, até na língua (sentia que o meu corpo estava dividido por uma linha perfeita). Assustei-me bastante. Comecei a dar chapadas na cara do lado dormente e estava totalmente sem palavras, estava em pânico. Felizmente sei que uma pessoa que está a ter um AVC não consegue rir, levantar os braços nem dizer uma frase com sentido (eu conseguia tudo). Fui descansar e como acabou por passar não fui ao hospital. Marquei consulta na minha médica fiz montes de exames e não conseguiram explicar o que aconteceu, viram apenas um desvio no septo nasal ao qual vou ser operada brevemente. As dores de cabeça e os sangramentos continuaram mais ou menos intensos e tinha falhas no equilíbrio. Mais tarde, descobriu-se que o que tive foi um princípio de AVC. Fiquei em choque e foi o fim da falta de energia que me faz ficar longe da vida activa (apesar de não ter uma vida sedentária mas não é suficiente). Esta semana vou criar um rotina de treino e voltar aos tempos activos e enérgicos de outrora. A minha alimentação também vai ser seguida por um médico e deixei a carne há 9 meses. Não posso deixar que volte a acontecer já que tenho muito muito muito mundo para conhecer e só posso ser saudável, não há outra maneira.
Quero com isto dizer que o nosso corpo é o nosso santuário por isso devemos preservá-lo se quisermos viver muito e com qualidade.
não acontece só aos outros.
beijos - ana d'oliveira

Share:

6 comentários

  1. Oh... nem sei por onde começar...! sei bem o que é sentir que nos tiram o chão, sei bem o que é sentir que o nosso corpo é o motor, o santuário e que devemos preservá-lo. Tal como tu também mudei muito o meu estilo de vida, por um bem maior!
    Espero que tenhas muita força. Mando-te um beijo muito, muito grande. És uma menina muito especial! Força, terás sempre apoio deste lado de Portugal :)

    ResponderEliminar
  2. Muita força e bom trabalho! Deixei a carne há 3 anos :)

    ResponderEliminar
  3. Que grande susto apanhaste. Ainda bem que estás finalmente impulsionada a cuidar da tua saúde e a evitar que tais incidentes voltem a ocorrer. Força, ainda tens muito para viver :)

    beijinho

    ResponderEliminar
  4. Então somos quase "vizinhas", eu moro em Portimão:)

    Http://styleloveandsushi.blogspot.com

    ResponderEliminar
  5. Até me assustei! Possa somos novas demais para coisas dessas..beijinho e muita força..eu vou ter que mudar de vida também! -.-'

    ResponderEliminar
  6. Compreendo perfeitamente. Este post ecoou dentro de mim, pois há muito pouco tempo decidi também começar um caminho semelhante, muito mais saudável. Não tive nenhum susto, tentei não deixar chegar a esse ponto. Força!

    ResponderEliminar

i heart you.

K.

© K A R K O V A | All rights reserved.