erasmus lifestyle #21

Estou um bocadinho melhor mas continuo com dores estupidamente fortes. O E conseguiu falar com a família no Chile e está tudo bem com eles. Na sexta tivemos um jantar de despedida de uma italiana fomos a um restaurante no Raval, Pollo Rico, que é óptimo mas é estranhíssimo. A G julga-se muito esperta e ficou sentada muito perto de mim e da S (sacar informações é o que ela queria) não lhe demos trela e fiquei há conversa com o R e a K. A K estuda para além de relações internacionais e economia, japonês! Então eu e o R levámos o jantar todo numa conversa em japonês, inglês, espanhol, holandês, português e italiano (mas que poliglotas que estamos)! Fomos sair (já que eu tinha de fotografar nas discotecas e bares mas ninguém apareceu) e descobri quem tem o meu anel. Fomos lá reclamá-lo e não mo devolveram, sei que ele está chateado comigo mas não sei a razão já que não me lembro dessa noite e a S estava cá fora. Por isso vou partir para  a violência para reaver o meu anel. Entretanto comecei a falar com o meu A, até que viemos cá para fora, o tempo passou, ninguém queria interromper, resultado: não fomos para o razz. Acabámos a noite no meio do Raval, com uma discussão entre vizinhos no meio da rua em paquistanês com pessoas estranhíssimas nas esquinas e com um medo gigante de ser assaltada. Quando chegámos a casa estávamos mortas porque queríamos ir ao Razz e tivemos uma noite de m*erda, comemos e cama. Ontem fiquei de cama, fizeram um jantar pequenino cá em casa, o A veio-me dizer que tinha gostado muito de falar comigo e a G andou a meter veneno contra as portuguesas.
Dias compridos nos esperam!
Share:

Sem comentários

Enviar um comentário

i heart you.

K.

© K A R K O V A | All rights reserved.